ArtigosPT
Diretório de Artigos Exclusivo

Riscos e Benefícios das Cirurgias Plásticas

Saiba quais são os benefícios e riscos de fazer uma cirurgia plástica. Descubra toda a verdade sobre este procedimento de rejuvenescimento da pele. Melhore a sua aparência!

Apesar da crise económica a nível mundial, nunca se fez assim tantas cirurgias plásticas, de acordo com a associação dos cirurgiões plásticos a nível internacional, sendo que neste último ano houve um crescimento em 5% no número de novas cirurgias em comparação com o ano passado.

Os tipos de cirurgias plásticas mais comuns são o aumento dos seios, lipoaspiração, lifting facial e a rinoplastia. Então, porque será que a cirurgia cosmética e plástica continua a ter bastante procura apesar dos riscos que podem causar?

A razão mais óbvia é porque as pessoas querem parecer mais novas, pois apesar de ser um procedimento caro, a autoestima está acima de qualquer preço. Aumenta a confiança em si próprio. Não só melhora ao seu look, como também melhora a sua atitude sobre si mesmo. Os empregadores normalmente recrutam quem é mais atrativo. Se uma pessoa for obesa, também é possível ficar jovem rapidamente com uma cirurgia de perda de peso, com uma dieta de peso, logo a seguir à cirurgia.

Na cultura de hoje em dia, envelhecer já não dá mais a mesma credibilidade. Quando muitos milionários abaixo dos 30 anos, ficar mais velho não significa ser melhor, ou ter uma vida financeira mais próspera. Num estudo recente publicado pela American Society for Aesthetic Plastic Surgery (ASAPS), as pessoas responderam que as pessoas que passaram por cirurgias cosméticas eram identificados pelos seus antigos colegas de turma, como 10 anos mais novos do que a sua idade atual.

Contudo, mesmo com os avanços tecnológicos de hoje em dia, a cirurgia plástica não é coisa fácil. Pois, acarreta diversos riscos para a sua saúde, tais como: cortes de sangue, sangrar demasiado, infeções, tecido morto, paralisar, perda da sensibilidade, pneumonia, dano dos nervos, obsessão por mais cirurgias, dívidas elevadas ou falência devido ao custo do procedimento.