ArtigosPT
Diretório de Artigos Exclusivo

Guia Investir em Ouro

Saiba porque o Ouro nestes últimos meses tem-se tornando num bom investimento, que oferece um bom retorno para quem compra e vende ouro.

Investir em Ouro significa beneficiar-se do preço de um dos metais preciosos mais procurados, pois ao tratar-se de um bem duradouro, ouro antigo ou usado é sempre ouro, que mais tarde pode ser derretido e ganhar forma. Isso é uma das razões porque o ouro está a tornar-se num bom investimento, sem falar no aparecimento de bastantes lojas de compra e venda de ouro.

Como se pode investir em Ouro?

Você pode investir em ouro de várias maneiras, desde a compra física de ouro, ações e certificados de ouro. A compra de ouro física pode ser feito através de jóias ou de lingotes de ouro puro, mas em ambos os casos é difícil armazenas e hipotecar o ouro, devido ao elevado risco de roubos.

Outra forma de investir em Ouro é através da compra de ações de empresas extratoras de Ouro, com a esperança que as suas ações aumentem devido à valorização constante do ouro.

Por último, também você pode investir em ouro através da compra de ETFs – Exchange Traded Funds, que são certificados representativos da posse física de lingotes de ouro, sem que tenha que ter fisicamente o ouro ou necessidade de guardá-lo. A mútua confiança é fundamental para a transação versátil de ouro.

Nível de segurança e risco do investimento em ouro

O investimento em ouro traduz-se numa rentabilidade atrativa em longo prazo devido à escassez deste recurso e à sua valorização ampla por parte dos consumidores, especialmente o público feminino. Mas, no curto prazo o preço do ouro é volátil e imprevisível. Em épocas de crise económica o ouro valoriza e converte-se numa alternativa segura ao dinheiro, aumentado o seu valor de forma exponencial. Contudo, estes aumentos nunca serão indefinidos, assim que você deve evitar investir em ouro, quando o preço do ouro encontra-se nos seus máximos.

Vantagens de investir em ouro

O ouro não se encontrado influenciado pela decisões políticas atuais, o da crise da economia, mas valoriza de acordo com a oferta monetária, a inflação e a desvalorização das moedas. Estas são as caraterísticas que diferenciam o investimento em ouro de outros instrumentos financeiros como as ações e as obrigações.

Estima-se que as reservas de ouro se esgotem daqui a algumas décadas, limitando a sua oferta num futuro próximo, gerando nervosismo na procura e as consequentes variações no preço do ouro.

Contar com um investimento em ouro é igual que usar dinheiro efetivo, porque a sua conversão e liquidez supera a de qualquer tipo de investimento.

Os produtos e alternativas ao investimento em ouro são variadas e de fácil acesso a todo o público em geral, sem estar restrito a um perfil de investidor que seja conservador ou atraído pelo risco. Para todos existe um mercado e oportunidades.

Diferenças do outro quando comparado com outros tipos de investimentos

O ouro é um bem tangível e real como poucos, o qual não se perde mesmo sendo negociado através de contratos e papéis. Não se deteriora ou fica “velho” como pode acontecer com os produtos agrícolas que se negoceiam para um futuro muito próximo, nem se desvaloriza como os ativos, nem depende da gestão das empresas ao estilo das ações, nem da excessiva especulação da negociação de divisas. A estabilidade do ouro no tempo é um atributo a destacar, e a confiança que transmite fortalece a sua imagem e valor.

Pode encontrar mais conselhos aqui sobre onde investir dinheiro.