ArtigosPT
Diretório de Artigos Exclusivo

Como fazer uma carta

Saiba como fazer uma carta bem escrita em português para que não passe vergonha. Escreva uma carta com pés e cabeça.

Os tempos mudam e mudam cada vez a uma velocidade maior. A era industrial está a dar passos para a era da informação e da comunicação que se realiza de forma instantânea, até que chegamos a um ponto que é essencial saber fazer bem uma carta.

Hoje em dia vários cargos importantes de responsabilidade sempre que é necessário fazer um pedido ou recomendação, é preciso enviar uma carta formal a fazer o pedido.Por isso, neste artigo vamos ensinar-lhe como fazer uma carta.

É possível que você não saiba como dirigir-se a uma pessoa, que formalismos deve usar para introduzir-se, a pessoa que recebe a carta tão pouco o sabe ou desconhece se você o faz corretamente. Já não existe uma educação de respeito nos colégios nem nas universidades ou escolas de negócios. Hoje em dia primam pela velocidade, e essa dita velocidade requer um tipo de carta clara, concisa e breve. Que o leitor consiga saber rapidamente quem é o remetente e o assunto da carta. Nada mais.

Passo 1 – Identifique o remetente

Todas as cartas requerem que sejam colocados os dados do remetente, isto é, quem é a pessoa que está a mandar a carta.

O destinatário ao abrir a carta tem como primeiro objetivo saber a quem é que pode enviar a sua resposta, assim como quem está a enviar-lhe a carta. É necessário saber quem em primeiro lugar.

Normalmente coloca-se os dados do remetente à direita de forma a que seja a primeira coisa a ser lida, indicamos os nossos dados formando uma pequena coluna. Com o seu nome ou nome da empresa, morada e telefone – como mostramos logo abaixo:

João Faria Rodrigues
Caminho Velho de Cima 23 Esquerdo
9000-125 Lisboa
21565421

Passo 2 – Tempo e lugar

Agora que o destinatário já sabe quem é que está a enviar a carta, quer também saber quando é que foi enviada e de onde.

É habitual colocar uma frase em que se dá a conhecer o lugar onde foi escrita a carta, assim como o dia, mês e ano. Normalmente é colocado logo abaixo aos dados do remetente, à esquerda.

João Faria Rodrigues
Caminho Velho de Cima 23 Esquerdo
9000-125 Lisboa
21565421

Em Lisboa, a 20 fevereiro 2012

Passo 3 – Identificação do destinatário

No outro parágrafo, debaixo do tempo e lugar, indicamos a informação do destinatário da carta. Neste caso evitamos escrever os dados de contacto pois já são conhecidos, pelo que bastará usar o nome do destinatário, o cargo que desempenho e o departamento a que pertence. Muitas vezes é desconhecido o cargo da pessoa, e por isso é colocado apenas o departamento.

João Faria Rodrigues
Caminho Velho de Cima 23 Esquerdo
9000-125 Lisboa
21565421

Em Lisboa, a 20 fevereiro 2012,

Ao cuidado do Sr. Alberto Pais Garcia, Departamento de Recursos Humanos

Passo 4 – Parágrafo do assunto

Agora que já é conhecido quem, onde e quando é necessário expor a situação, que é o quê e como.

Como dissemos anteriormente, não é necessário esforçar-se em criar uma carta muito repetitiva com introduções e despedimentos muito extravagantes. É recomendado ser direto no ponto. Para que na primeira frase conheça o assunto da carta.

João Faria Rodrigues
Caminho Velho de Cima 23 Esquerdo
9000-125 Lisboa
21565421

Em Lisboa, a 20 fevereiro 2012,

Ao cuidado do Sr. Alberto Pais Garcia, Departamento de Recursos Humanos

Dirijo-me a si para recomendar-lhe…

Escrevo esta carta para recordar-lhe que…

Estou escrevendo esta carta porque…

Passo 5 – Despedida

Para finalizar existe uma frase que fica sempre bem:

Com os melhores cumprimentos,

João Faria